Sobe para 111 número de ônibus danificados em SP

Subiu para 111 o número de ônibus danificados em São Paulo por causa da greve de motoristas e cobradores. Segundo a SPTrans, empresa que administra o transporte coletivo na capital paulista. Somente hoje 16 ônibus já foram atacados. Eles pertenciam às Viações Tupi e Paratodos, as únicas que estão operando esta manhã na cidade. Os veículos tiveram os pneus esvaziados, vidros quebrados e foram removidos para as garagens. Logo mais, às 13h, acontece uma reunião de tentativa de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho. Participam do encontro representantes da SPTrans, da Prefeitura de São Paulo, das empresas de ônibus e do sindicato da categoria.TrânsitoO trânsito está melhor em São Paulo, conforme informação da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A última medição feita pela empresa, às 11h, apontou 44 quilômetros de congestionamento em toda a capital paulista. Às 9h, como se sabe, foi batido pelo segundo dia consecutivo o recorde de lentidão do ano no período da manhã, com 98 quilômetros. Apesar dessa diminuição no índice de morosidade, o tráfego ainda apresenta-se lento em algumas vias, como na Marginal Tietê e na Avenida Radial Leste. O rodízio de veículos permanece suspenso e os carros com chapas finais 3 e 4 que hoje seriam atingidos pelo esquema podem circulam livremente pela cidade. O estacionamento zona azul e as faixas de ônibus também estão liberadas. Continua proibida, porém, a utilização dos corredores exclusivos de ônibus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.