Sobe para 13 casos confirmados de leptospirose em SC

Desde o último dia 22, a vigilância recebeu outras 312 notificações de casos suspeitos

Redação,

05 de dezembro de 2008 | 23h11

Subiu para 13 o número de casos confirmados de leptospirose no Estado de Santa Catarina, informou a Secretaria da Saúde catarinense nesta sexta-feira, 5.   De acordo com boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica da pasta, as vítimas são moradores de Brusque (1), Gaspar (1), Guabiruba (2), Camboriú (1), Itajaí (2), Navegantes (1), Joinville (2), Palhoça (1), São José (1) e Guaramirim (1).   Desde o último dia 22, a vigilância recebeu outras 312 notificações de casos suspeitos. São pessoas com sintomas da doença e que tiveram contato com a água ou lama das enchentes.   Itajaí apresenta o maior número de casos suspeitos: 74. Em seguida, aparecem Joinville, com 69, e Blumenau, com 50.   Segundo a secretaria, o período de incubação da leptospirose, que é transmitida por roedores domésticos, vai de 1 a 30 dias após o contato com o agente infeccioso, e os sintomas variam desde febre alta, dor de cabeça e dores musculares, até quadros mais graves, como insuficiência renal, hemorragias e alterações neurológicas que podem levar à morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.