Sobe para 18 o número de cidade em emergência no RS

Chuvas já afetaram milhares no Estado; rodovias estão interditadas por causa de deslizamentos e enchentes

Solange Spigliatti, Central de Notícias

29 de setembro de 2009 | 14h11

Mais seis municípios do Rio Grande do Sul decretaram situação de emergência nesta terça-feira, 29, por conta das chuvas. Com isso, subiu para 18 o número de cidades nessa condição no Estado. No Estado, os temporais provocaram uma morte e deixaram dois desaparecidos no limite entre os municípios de Gramado e Canela. Há 1.188 pessoas desabrigadas e 3,6 mil desalojadas. Ao menos 7.890 casas foram danificadas. Delas, 166 foram totalmente destruídas.

 

Veja também:

link SC tem uma vítima e 18 cidades em emergência pelas chuvas

link Quase 130 mil são afetados por chuvas na Região Sul

link Previsão é de mais ventania no Sul e Sudeste do País

 

Segundo a Defesa Civil Estadual, entraram em emergência os municípios de São Sebastião do Caí, Barra do Guarita, Herval, Tupanci do Sul, Três Coroas e Parobé. As outras cidades que já estavam em emergência são Tabaí, Venâncio Aires, Vera Cruz, Montenegro, Mato Leitão, São Francisco de Paula, Maquiné, Pareci Novo, Cruzeiro do Sul, Taquari, Constantina e Bom Retiro do Sul.

 

Estradas

 

Diversas rodovias estaduais do Rio Grande do Sul continuam interditadas por conta de deslizamentos de terra e alagamentos, segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Na Rota do Sol, que liga o litoral gaúcho à serra, o bloqueio preventivo continua nos 52 quilômetros da RS-486.

 

Assim que a chuva parar, técnicos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) realizarão vistoria para avaliar a estabilidade das encostas, especialmente junto ao Viaduto da Cascata (nos km 3 e 4), para que seja possível liberar o tráfego.

No km 39 da RS-122, em São Vendelino, prossegue a situação provocada pela erosão que atingiu o acostamento e a pista de descida da serra. O Daer fará um desvio que vai transferir o tráfego de descida para a mesma pista da subida da serra. Segundo a PRE, o tráfego no sentido de São Vendelino a Bom Princípio ocorre por uma única faixa em sua pista usual.

Com as intensas chuvas e a consequente movimentação das águas, descendo das encostas para os vales, o tráfego está interrompido nas Rodovias RS-129, entre Mariante e Bom Retiro do Sul (até o km 7,5), entre Bom Retiro e Estrela (entre os km 12 e) e entre Estrela e Colinas (entre os km 44 e 52) em razão do acúmulo de água.

Na RS-130, o bloqueio está entre General Câmara e Mariante (entre os km 12 e 36) e entre Mariante a Cruzeiro do Sul (entre os km 36 e 63). Já na RS-441 a interdição está entre Guaporé a Vista Alegre do Prata, na ponte sobre o rio Carreiro (km 9).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.