Sobe para 45 o número de ônibus danificados em São Paulo

Subiu para 45 o número de ônibus danificados pela onda de ataques em São Paulo. De acordo com a SPTrans, empresa que administra o transporte coletivo na capital paulista, 43 deles foram incendiados e dois alvejados por tiros. Os dois últimos ataques registrados pela empresa aconteceram durante a madrugada desta quinta-feira. Por volta da 0h05, criminosos praticaram atentado contra um coletivo na Rua Alziro Pinheiro Magalhães, no Grajaú, extremo sul da cidade. A última ocorrência foi registrada às 3h30 na Avenida Fernando Mendes de Almeida, em Pirituba, região oeste paulistana.A SPTrans informa que, das 16 empresas que operam linhas em São Paulo, apenas quatro estão funcionando, sendo três delas na área oeste e uma na zona leste da cidade. As viações possuem uma frota de 15 mil ônibus e atendem cerca de 5,5 milhões de passageiros diariamente. Não há, por enquanto, previsão de quando a frota será colocada novamente nas ruas. Todos os 23 terminais de ônibus espalhados pela capital estão abertos, pois os microônibus, vans e cooperativas trabalham normalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.