Jairo Chagas/ Jornal da Manhã
Jairo Chagas/ Jornal da Manhã

Sobe para 61 o número de ônibus queimados em MG

Em Natal (RN), uma ambulância e uma viatura do Corpo de Bombeiros foram incendiadas

Leonardo Augusto e Ricardo Araújo, especial para O Estado de São Paulo

07 de junho de 2018 | 11h19

BELO HORIZONTE - Mais dois ônibus foram queimados na noite de quarta-feira, 6, em cidades de Minas Gerais, elevando para 61 o total de coletivos incendiados no Estado desde o início dos ataques a veículos e prédios públicos, que começaram no domingo, 3. Em Natal, uma ambulância e uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte foram incendiadas na madrugada desta quinta-feira, 7, em Mossoró, na região Oeste.

Até o momento, não há registro de feridos. Os incêndios de ontem ocorreram em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Sacramento, no Alto Paranaíba. Ao todo, até o momento, mais de 30 cidades do Estado registraram ataques do PCC, a maioria no Sul de Minas e Triângulo Mineiro.

O posicionamento oficial do governo do Estado é de que os incêndios são uma retaliação de integrantes da facção presos em Minas pelo "rigor aplicado pelo Estado", segundo o governador Fernando Pimentel (PT). O governo alega que os ataques podem ter sido motivados pela existência de bloqueadores de celulares em presídios de Minas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.