Jairo Chagas/ Jornal da Manhã
Jairo Chagas/ Jornal da Manhã

Sobe para 61 o número de ônibus queimados em MG

Em Natal (RN), uma ambulância e uma viatura do Corpo de Bombeiros foram incendiadas

Leonardo Augusto e Ricardo Araújo, especial para O Estado de São Paulo

07 Junho 2018 | 11h19

BELO HORIZONTE - Mais dois ônibus foram queimados na noite de quarta-feira, 6, em cidades de Minas Gerais, elevando para 61 o total de coletivos incendiados no Estado desde o início dos ataques a veículos e prédios públicos, que começaram no domingo, 3. Em Natal, uma ambulância e uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte foram incendiadas na madrugada desta quinta-feira, 7, em Mossoró, na região Oeste.

Até o momento, não há registro de feridos. Os incêndios de ontem ocorreram em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Sacramento, no Alto Paranaíba. Ao todo, até o momento, mais de 30 cidades do Estado registraram ataques do PCC, a maioria no Sul de Minas e Triângulo Mineiro.

O posicionamento oficial do governo do Estado é de que os incêndios são uma retaliação de integrantes da facção presos em Minas pelo "rigor aplicado pelo Estado", segundo o governador Fernando Pimentel (PT). O governo alega que os ataques podem ter sido motivados pela existência de bloqueadores de celulares em presídios de Minas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.