Sobe para 9 número de mortos no Maranhão

Pessoas afetadas pelas enchentes são mais de 167 mil

João Domingos, O Estadao de S.Paulo

08 de maio de 2009 | 00h00

Aumentou para 9 o número de mortos pelas enchentes que castigam o Maranhão desde 20 de abril, de acordo com a Defesa Civil do Estado. As pessoas afetadas já são 167.883. Os desabrigados são 24.934 e os desalojados, 33.034. Ao todo, 64 municípios decretaram estado de emergência e agora passam a aguardar a ajuda dos governos do Estado e federal. O Ministério da Saúde anunciou que até o fim da semana chegará ao Maranhão um carregamento de 265 mil unidades de 15 tipos de medicamentos. São Luís é um dos municípios que entraram em estado de emergência por seis meses, conforme decreto assinado pelo prefeito João Castelo (PSDB). Mas o número de atingidos ali é bem menor do que em outros locais e as águas já baixaram. A maioria das residências atingidas pelas enchentes foi construída em local totalmente inadequado para a moradia, em áreas de invasão. Como as de Salinas do Sacavém, um amontoado de pequenas casas em ruas irregulares. Lá morreram duas pessoas, soterradas pelo concreto de uma escada que levava ao alto de um morro. Com as chuvas fortes do fim de abril, as enxurradas arrancaram a escada e a lançaram sobre a casa em que estava um casal. A morte foi imediata.O casal Evandro Santos, de 28 anos, e Claudete Serra, de 24, continua morando no local, embora o imóvel esteja condenado. "Pago R$ 100 de aluguel. Já procurei outro local e não consegui nada por esse preço, que é o que consigo pagar", disse ele.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.