Wilton Junior / Estadão
Wilton Junior / Estadão

Sobe para sete o número de mortos em decorrência do temporal no Rio 

Na manhã deste sábado, município retornou ao estágio de atenção

Redação, O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2019 | 14h45

 Morreu, na noite dessa sexta-feira, 8, no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Áureo Ribeiro da Paz, 64 anos, vítima de um deslizamento de terra sobre a casa da família, em Barra de Guaratiba, zona oeste do Rio, em consequência do temporal da última quarta-feira, 6, no Rio de Janeiro. Com a morte de Áureo, subiu para sete o número de óbitos em consequência do temporal.

A mulher e um dos filhos de Áureo morreram soterrados na casa da família. Isabel Martins da Paz, e o filho Mauro Martins da Paz foram enterrados na quinta-feira, 7, no Cemitério Jardim da Saudade, em Paciência, zona oeste do Rio.

O outro filho do casal, Arthur Martins da Paz, permanece internado no mesmo hospital onde estava o pai. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o quadro de saúde dele é considerado estável.

Estágio de atenção

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que o município retornou ao estágio de atenção às 10h30 deste sábado. A cidade estava em estágio de crise desde o temporal.  

Segundo o Sistema Alerta Rio, este sábado será de céu parcialmente nublado e não há previsão de chuva. Os ventos terão intensidade fraca a moderada e as temperaturas permanecerão estáveis, com máxima prevista de 34°C e a mínima de 19°C./AGÊNCIA BRASIL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.