Sobel pede afastamento da presidência do rabinato da CIP

O rabino Henry I. Sobel pediu, nesta quinta-feira, o afastamento do cargo de presidente do rabinato da Congregação Israelita Paulista (CIP). Ele foi preso na última sexta-feira por furtar quatro gravatas em lojas de grife em Palm Beach, nos Estados Unidos. Em nota divulgada à imprensa, Sobel disse: "Jamais tive a intenção de furtar qualquer objeto em toda a minha vida. Pessoalmente, estou habituado a enfrentar crises e acusações de que posso me defender. Só não posso admitir que tentem desqualificar os valores morais que sempre defendi?.A câmera de vigilância interna da loja Louis Vuitton filmou Sobel dobrando a gravata e, em seguida, deixando o local com as mãos vazias. Um funcionário acionou a polícia, que o abordou nos arredores da loja. Segundo o boletim de ocorrência, Sobel admitiu ter furtado a gravata e levou o policial até o carro, onde estavam quatro gravatas, das marcas Louis Vuitton, Giorgio´s, Gucci e Giorgio Armani, que o rabino disse também terem sido roubadas. Sobel foi encaminhado até a delegacia e liberado somente no sábado, após pagar fiança de US$ 3 mil.Leia a íntegra a nota divulgada pela CIP: "A Congregação Israelita Paulista (CIP), consternada e preocupada com as notícias que vêm sendo veiculadas, envolvendo o Rabino Henry I. Sobel, acaba de receber o seu pedido de afastamento temporário das funções de presidente do Rabinato.O Rabino Sobel está há mais de 35 anos na CIP, atuando como líder comunitário, tendo prestado ao longo desses anos serviços relevantes à sociedade como um todo.A CIP, com todo respeito e consideração que tem pelo seu rabino, aceitou seu pedido colocando-se à disposição para ajudá-lo no que for necessário.São Paulo, 29 de março de 2007Congregação Israelita Paulista"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.