AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Sobem para quatro vítimas da explosão da balsa

Morreram nesta terça-feira Raimundo de Oliveira e Maximino Geraldo de Moraes, feridos nesta segunda-feira de manhã na explosão da balsa CNA 240, nas margens do Rio Negro, em Manaus.Eles estavam internados em estado grave no Hospital 28 de Agosto. No momento do acidente, morreram duas pessoas: o funcionário Raimundo da Silva Matos e o filho do dono da Companhia de Navegação do Amazonas, Ricardo Barbosa. Um funcionário da CNA continua internado e dois estão desaparecidos.A explosão aconteceu por volta das 9 horas, quando sete pessoas limpavam o tanque da balsa, no porto da CNA. Segundo a Capitania dos Portos, os resíduos de óleo cru que ainda estavam nos tanques, provenientes da bacia petrolífera de Urucu, formaram gases que teriam explodido devido a alguma fagulha provocada pelos funcionários.

Agencia Estado,

12 de junho de 2001 | 20h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.