Sobretaxa se estende às viagens ao exterior

Mas não são só as companhias brasileiras que estão preocupadas com as medidas. As estrangeiras serão brutalmente taxadas com o aumento de 1.204,35% da tarifa de permanência de aeronaves em Guarulhos. A maioria das empresas estrangeiras aterrissa de manhã em Guarulhos e embarca novamente apenas no período da noite. O custo adicional por hora, com o aumento da tarifa, vai variar de US$ 3.400 a US$ 7.800, dependendo do tipo de avião. O repasse para o passageiro, nesse caso, pode variar de US$ 19,99 a US$ 28,69 (dependendo do equipamento), por hora de avião parado. Se o avião ficar dez horas em solo, o aumento para o passageiro pode chegar a US$ 287.Além disso, o aumento de tarifas para as companhias estrangeiras acarreta problemas bilaterais. Alguns acordos bilaterais prevêem reciprocidade na cobrança de tarifas. Portanto, as companhias brasileiras também podem sofrer aumentos de tarifas no exterior por conta da medida.?BODE?As empresas aéreas brasileiras, por meio do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea), consideraram "abusiva" a proposta de aumento de tarifas para os Aeroportos de Cumbica (Guarulhos) e Congonhas (São Paulo). O Snea confirma que recebeu da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) um documento com a proposta de aumento de tarifas. Segundo fontes do setor, a medida foi apresentada para as companhias como uma proposta fechada, sem margem para discussão.A avaliação do setor é que o governo já decidiu que não vai construir nem o terceiro aeroporto de São Paulo nem a terceira pista em Guarulhos. Portanto, a única forma de acabar com a crise aérea é reduzindo o tráfego em São Paulo. "O ministro quer tirar o bode da sala. Acho que ele pensa que, se não tivesse demanda em São Paulo, a aviação seria uma beleza", ironizou um executivo do setor. A medida faz parte de um pacote mais amplo que o Ministério da Defesa estaria preparando para o setor aéreo. As companhias, que reclamam da falta de diálogo com o ministro da Defesa, Nelson Jobim, temem pelo que poderá vir a ser anunciado. A expectativa é de que a proposta de aumento de tarifas para Congonhas e Guarulhos seja apresentada para o presidente Lula na terça-feira. Na ocasião, o ministro Jobim deverá ainda apresentar ao presidente o nome de Solange Vieira para a presidência da Anac .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.