Sobrevivente de tiroteio se entrega à polícia

O único dos três criminosos envolvidos em um seqüestro-relâmpago cometido na madrugada deste domingo a sobreviver a um confronto com a polícia entregou-se às autoridades durante a tarde. Três pessoas morreram no seqüestro, cometido em Petrópolis. Flávio Diniz Prioli, de 25 anos, foi assassinado ao tentar fugir dos três bandidos. Dois assaltantes foram mortos na troca de tiros com a polícia. Os criminosos haviam seqüestrado Paulo Napoleão, de 51 anos, e o obrigaram a retirar dinheiro em caixas eletrônicos, mas o carro ficou sem gasolina. Para fugir, tentaram render Flávio, que resistiu e foi baleado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.