Sobreviventes de acidente da FAB chegam a hospital no Acre

Das onze pessoas que estavam no avião militar, nove foram encontradas; aeronave foi localizada por índios

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

30 de outubro de 2009 | 17h01

 

SÃO PAULO - Os sobreviventes do acidente com o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) foram encaminhados na tarde desta sexta-feira, 30, para o Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, no Acre, para receberem atendimento médico. Alguns dos que tiveram ferimentos leves foram medicados no próprio aeroporto de Cruzeiro do Sul por profissionais da saúde da Aeronáutica. Entre os sobreviventes há uma grávida.

 

Veja também:

lista Aeronáutica e Funasa divulgam nomes de sobreviventes

linkFAB: avião emitiu sinal de emergência após decolagem

 

O avião havia desaparecido na quinta-feira, entre as cidades de Cruzeiro do Sul, no Acre, e Tabatinga, no Amazonas, com 11 pessoas a bordo, 58 minutos depois de ter decolado. Na manhã desta sexta, a aeronave C-98 foi encontrada por integrantes da tribo Matis, sendo que nove sobreviventes foram resgatados. Os índios notificaram à Fundação Nacional do Índio (Funai).

 

O avião pousou no Rio Ituí, afluente do Rio Javari, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Marubo). O Comando da Aeronáutica informou ainda que ainda existem dois desaparecidos: o técnico da Funasa, João de Abreu Filho e um militar - o quarto tripulante da aeronave.

 

Tudo o que sabemos sobre:
FABacidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.