Sobrinha de Schincariol sofre sequestro-relâmpago

Renata Schincariol Secconi, de 33 anos, sobrinha de José Nelson Schincariol, assassinado em agosto do ano passado, foi seqüestrada nesta quinta-feira, por volta das 19h30, ao sair de casa, na cidade de Itu, interior de São Paulo, segundo a polícia militar.Segundo a Polícia Militar, Renata, ao sair de sua residência para colocar o lixo na porta de casa, foi abordada por doisindivíduos que a levaram junto com seu carro, um Volkswagen Bora.No caminho para Cabreúva, cidade próxima, os bandidos foram cortando pedaços de sua roupa e de seu cabelo, deixando-abastante traumatizada.Renata, que teve suas jóias, um cordão de ouro e pulseiras, roubadas, foi deixada em Cabreúva, por volta das 20h30. Seu carro foi encontrado mais tarde, no bairro Vale Verde, no mesmo município. De acordo com informações da polícia, os assaltantes, que portavam uma faca e um revólver, carregavam malotes de dinheiro e provavelmente estavam atrás de um veículo para a fuga. Ninguém foi preso.

Agencia Estado,

09 de julho de 2004 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.