Sócio da boate que está hospitalizado apresenta quadro depressivo

Elissandro Spohr, internado em Cruz Alta, teria tentado suicídio no hospital

Diego Zanchetta, estadão.com.br

30 Janeiro 2013 | 11h31

O delegado regional Marcelo Arigony, de Santa Maria, confirmou que o sócio da boate Kiss que está internado em Cruz Alta tentou suicídio no hospital. Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, está sob custódia no hospital e estaria bastante deprimido por causa do incêndio que ocorreu na sua casa noturna no último domingo, 27, que matou 235 pessoas até agora.

Ele também teve a prisão temporária decretada, mas ainda não se apresentou à polícia  por estar hospitalizado. A cidade de Cruz Alta fica a cerca de 130 quilômetros de Santa Maria.

Mais conteúdo sobre:
SANTA MARIAKissincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.