Sócio de Fernandinho Beira-Mar é preso no Paraguai

O traficante Claudair Lopes de Faria, compadre e sócio de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, foi preso na hoje no Paraguai. Ele é acusado de vender no Brasil de 800 quilos a 1 tonelada de cocaína por mês, comprada das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).A prisão ocorreu em um posto de controle na cidade paraguaia de Ypacarai, a 35 quilômetros de Assunção, e foi possível com as informações passadas à polícia paraguaia pelos investigadores do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) de São Paulo, que estavam no Paraguai havia dez dias. Os policiais paulistas monitoravam os telefones de Claudair no Paraguai.Foragido da polícia brasileira desde 1995, ele, "batizado pelo Comando Vermelho", abastecia com cocaína 50 favelas de São Paulo. Foi surpreendido no volante do carro quando voltava da Colômbia, para onde viajara. Ele fora "fechar" com as Farc a compra de 2 toneladas da droga. O traficante foi deportado pela polícia do Paraguai por estar irregularmente naquele país e chegou em São Paulo, hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.