Sociólogo assume secretaria de Segurança de São Paulo

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), sancionou nesta sexta-feira a lei que cria a Secretaria de Segurança Urbana e empossou o primeiro secretário da pasta, o sociólogo Benedito Domingos Mariano. Durante a cerimônia, ela anunciou a liberação de verbas para dobrar, até o final do ano, a frota de automóveis, equipar e reorientar a função da Guarda Civil Metropolitana.A nova Secretaria, segundo a prefeita, deverá executar um plano municipal de segurança para fazer frente ao que ela chamou de "situação dramática de violência" na cidade. "Não nos cabe assumir a responsabilidade do Estado, mas tínhamos que apresentar uma resposta", afirmou. "Em São Paulo, cada cidadão tem medo de andar na rua."O novo secretário garantiu que a Guarda Municipal voltará a fazer rondas preventivas. "A guarda vai para as ruas", disse. A Secretaria terá uma verba, este ano, de R$ 5 milhões, parte dos quais destinados à compra de 48 viaturas policiais e equipamentos. "A guarda está abandonada, até os uniformes precisam ser repostos, mas a verba liberada só poderá suprir uma parte destas necessidades", disse Mariano.A prefeitura deveria destinar R$ 25 milhões para a Secretaria e para reequipar a guarda. "Mas a redução da arrecadação e os cortes no orçamento impediram isso", disse a prefeita. Mariano lembrou os conflitos com Polícia Militar, durante a gestão do ex-prefeito Paulo Maluf (PPB), quando foram instituídas as rondas da Guarda Municipal. "Não vamos trabalhar em uma perspectiva de conflito", afirmou. Marta e Mariano repetiram, diversas vezes, que a Secretaria pretende trabalhar em conjunto com a Secretaria de Estado da Segurança. "Pretendemos realizar forças-tarefa com a PM", disse Mariano.A Guarda Municipal tem 5 mil policiais e apenas 90 viaturas. Mariano disse que, com a criação da Secretaria, 200 dos 400 policiais que se ocupam hoje de serviços burocrático voltarão para as ruas. Marta prometeu aumentar o efetivo para 8 mil policiais, até o final de seu mandato.Durante a cerimônia, assistida por cerca de 150 guardas municipais, ela anunciou a criação de mil bolsas de estudo em faculdades particulares para os policiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.