Soldado da PM participa de assalto a empresa em Barueri

O soldado Irenildo Cândido de Oliveira, lotado no 33º Batalhão da Polícia Militar, de Cotia, na Grande São Paulo, fazia parte da quadrilha que, por volta das 22h30 de terça-feira, invadiu um galpão de uma empresa especializada em materiais esportivos localizado em Alphaville, na cidade de Barueri, também na Grande São Paulo.Segundo a Guarda Municipal, o policial estava em seu dia de folga e usou um revólver calibre 38, da corporação, para realizar o assalto. Eram quase 20 homens segundo a polícia. O bando chegou ao galpão em dois caminhões Scania, um Ford e três veículos de passeio, entre eles um Pálio Weekend vermelho.Quando deixavam a empresa, foram surpreendido por guardas municipais. Um dos criminosos foi baleado e encaminhado ao Serviço de Assistência Médica de Barueri (Sameb), de onde foi transferido para o Hospital Sanatorinhos, em Itapevi. A Polícia Militar também foi acionada e auxiliou os guardas na prisão de parte do bando.Oito criminosos foram presos pela Guarda Municipal, outros quatro pela Polícia Militar. Irenildo foi detido minutos depois do tiroteio na porta do galpão, pois conversou via Nextel com um dos guardas, pensando que fosse um de seus cúmplices, e combinou um local para socorrer o bandido que fugia da polícia.Foram apreendidos, além dos caminhões, que já estavam carregados com o material roubado, o revólver do policial, um aparelho Nextel, usado pelo soldado para se comunicar com os cúmplices, um rádio comunicador do tipo HT - com o qual o soldado escutava a comunicação entre os policiais militares, para avisar os demais quando, e um fuzil AR-15. A quadrilha foi encaminhada ao Distrito Policial de Barueri e indiciada em flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.