Soldado morre durante assalto em congestionamento

O soldado Gilmar Elias dos Santos, de 43 anos, lotado na Central de Suprimento de Material do Corpo de Bombeiros da cidade de São Paulo, foi morto, na noite de ontem, durante uma tentativa de assalto durante congestionamento de veículos na rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no município de São Vicente, no litoral centro do Estado de São Paulo. Por volta das 19h30, três homens, um deles armado com um revólver calibre 22, aproveitando o congestionamento dos veículos, abordaram o soldado, que estava no interior de um Gol, na altura do quilômetro 283, a 3 mil metros praça de pedágio.Na presença da esposa Vânia e de duas filhas, cujos nomes não foram revelados, o soldado foi atingido por um tiro após agachar-se para pegar a carteira e dinheiro, exigidos pelos bandidos. Segundo a esposa da vítima, o assaltante pensou que o soldado fosse reagir ao assalto. Gilmar ainda foi levado por policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) da 2ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Rodoviária ao pronto-socorro do Hospital Municipal de Parque das Bandeiras, em São Vicente, onde morreu.Os três assaltantes fugiram a pé em meio ao congestionamento. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial de São Vicente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.