Sorocaba busca vírus da Sars em comunidade chinesa

Agentes do Serviço de Vigilância Epidemiológica de Sorocaba estão visitando as famílias de chineses que residem na cidade para reduzir o risco de propagação da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars), conhecida como pneumonia asiática.A medida foi tomada por solicitação do presidente da Câmara, Mário Marte Júnior, preocupado com as constantes viagens dos imigrantes chineses para seu país, onde ocorre o maior número de casos da doença. Numa dessas viagens, um menino chinês de 4 anos pode ter contraído a pneumonia.O garoto e seus familiares estão em regime de isolamento domiciliar no prédio em que residem, no centro de Sorocaba. Segundo o vereador, é importante que o setor epidemiológico do município tenha controle sobre essas viagens para orientar as famílias.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.