Sorocaba quer instalar aterro sanitário em área ambiental

Com a capacidade do seu aterro sanitário em vias de se esgotar, a prefeitura de Sorocaba vai depender dos órgãos ambientais para ter um novo local para disposição do lixo urbano. As duas áreas escolhidas pelo governo municipal para o futuro aterro estão localizadas na zona de amortecimento da Floresta Nacional de Ipanema (Flona), de Iperó, e dependem também de licenciamento federal.Uma das áreas, com 100 hectares, já foi declarada de utilidade pública pela prefeitura, mas é considerada de preservação permanente pois, além de estar na zona de influência da Flona, possui nascentes e trechos de matas. O terreno faz divisa com o ribeirão Ipanema, afluente do rio Sorocaba.O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vai pedir estudo de impacto ambiental, caso essa exigência não seja feita pelo Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais (DEPRN).A segunda opção, uma área localizada próximo da rodovia Sorocaba - Porto Feliz, também fica na zona de amortecimento da Flona.A prefeitura tem pressa na construção do novo aterro porque o atual, que recebe cerca de 300 toneladas de lixo por dia, está com sua capacidade praticamente esgotada. Construído há 20 anos, o aterro comporta o recebimento de lixo por mais 18 meses. A prefeitura já firmou um termo de ajustamento de conduta com o Ministério Público Estadual comprometendo-se a instalar um novo aterro.De acordo com a adminstração da Flona, as áreas de amortecimento foram criadas por lei federal para assegurar maior proteção às reservas e florestas nacionais. Isso significa que elas podem receber emprendimentos, mas estes não podem ser potencialmente poluidores, como ocorre com um depósito de lixo.A segunda opção também tem matas e fica na área de influência da bacia do Sorocaba. Técnicos da prefeitura que estão elaborando o projeto do novo aterro garantem que a obra será aprovada pelos órgãos ambientais, pois é altamente segura do ponto de vista ecológico. Por ser um município essencialmente urbano, Sorocaba não dispõe de outras opções de área para a disposição do lixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.