Sorocaba terá radares visíveis à noite

Um projeto de lei aprovado nesta terça-feira, 13, pela Câmara de Sorocaba obriga a empresa que opera o sistema de radares de trânsito na cidade a pintar com tinta refletiva de cor amarela os postes e bases que sustentam os equipamentos. A medida vale também para os radares móveis. O objetivo, segundo o vereador Paulo Mendes (PFL), autor da proposta, é fazer com que os radares se tornem visíveis à noite, evitando que funcionem como "armadilhas" para os motoristas. Com isso, segundo ele, será recuperada a função educativa desses equipamentos, impedindo seu uso como fonte de arrecadação pelo município. O projeto deve ainda passar por uma segunda votação, antes de ser encaminhado ao prefeito Vítor Lippi (PSDB), que pode vetar ou sancionar a lei. O secretário municipal de Transportes, Renato Gianolla, disse ser contra a medida, pois a regulamentação do serviço compete à prefeitura. Motoristas reclamam do excesso de radares na cidade. São 86 equipamentos fixos e dois móveis, mas a empresa operadora está instalando outros 14 radares fixos. Os antigos estão sendo substituídos por equipamentos modernos, com maior precisão. A cidade passará a ter também equipamentos para controle de avanço sobre faixas de pedestres e de sinais vermelhos.

Agencia Estado,

13 de junho de 2006 | 18h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.