SP canta ''parabéns'' em ritmo de samba

Festejos começaram ontem, com diversos eventos, como grito de carnaval, chorinho e abertura de exposições

Eleni Trindade, O Estadao de S.Paulo

24 de janeiro de 2009 | 00h00

Uma virada cultural e musical marcou o início das celebrações do aniversário dos 455 anos de São Paulo. Enquanto no início da tarde, na Praça da Luz, o samba pedia passagem reunindo baterias de escolas de samba para o Grito do Carnaval Paulistano, no bairro da Liberdade era festejado o Ano Novo Chinês, onde os tambores ressoavam para celebrar o início do ano regido pelo signo do boi. Ao mesmo tempo, no Vale do Anhangabaú, começava uma série de shows de baterias e grupos de samba, DJs, passando pelos cantores Seu Jorge e Diogo Nogueira. A festa seguiria madrugada a dentro com uma programação eclética que vai do rock ao sertanejo.No Museu da Língua Portuguesa, durante a tarde, o Sarau Chama Poética homenageou o compositor Paulo Vanzolini, que assistiu ao evento com a família. Clássicos como Ronda, Cuitelinho e Na Boca da Noite foram interpretados por Carmen Queiroz, Irineu de Palmira e pela mulher de Vanzolini, Ana Bernardo. O ator Fabio Moura ainda recitou e interpretou poemas de Mário de Andrade. A jornalista Graciana Feitosa aproveitou a tarde de sábado para um passeio no Museu da Língua Portuguesa e na Pinacoteca do Estado. Na saída, parou para curtir um pouco de samba. "Eu acompanho carnaval pela televisão, mas achei fantástico esse encontro de baterias aqui no centro por ser gratuito e permitir o acesso à festa a quem nunca foi ao Sambódromo."Com agenda lotada no fim de semana de comemorações, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) acompanhou os festejos na Liberdade. "Há alguns anos estamos concentrando uma série de atividades gratuitas no aniversário da cidade e este ano a diferença é que também na véspera e durante a madrugada estamos apresentando atividades no campo dos esportes, lazer e inaugurações para essa data tão importante". O prefeito não quis comentar quanto foi gasto nas comemorações. Ele disse que as atividades são resultado de ações realizadas ao longo do ano e que podem continuar nos próximos aniversários. Kassab havia programado comparecer aos shows noturnos no Mercado Municipal de São Paulo. Às 21 horas, cerca de 300 pessoas dançaram ao som do Quinteto em Branco e Preto. À meia-noite estava prevista queima de fogos e apresentação do sambista Jair Rodrigues.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.