SP continua com temperaturas altas até o início do outono

A temperatura na capital paulista vai continuar elevada até o início do outono, no dia 20 de março às 21h07, horário de Brasília. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura (CGE), o início da nova estação será marcado pela chegada de frentes frias que amenizarão o calor, mas o frio ainda está longe de chegar. Os paulistanos vão continuar com os casacos e os cachecóis dentro do armário.Na quarta-feira, 7, a estação Jaçanã/ Tremembé (zona norte) registrou 34,5ºC, chegando bem perto do recorde de temperatura que foi de 35,1ºC, na mesma estação, no dia 25 de fevereiro. E, até sábado dessa semana, há possibilidade das estações registrarem um novo recorde de temperatura na região Metropolitana de São Paulo.O Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IGA) informou que a temperatura média do ar no início do mês de março foi de 0,4ºC maior do que a do mesmo período de 2006. "As médias de temperatura dos primeiros meses desse ano estão acima da média. Isso se deve ao sistema de alta pressão sobre a região metropolitana de São Paulo que tende a suprimir as chuvas. Porém, devido ao efeito de ilha de calor na região, as pancadas rápidas de chuva ocorrem no final da tarde, mas não alteram nas altas temperaturas", afirma Augusto José Pereira Filho, professor de Hidrometeorologia da USP.Segundo informações do CGE, a umidade do ar na quarta, em algumas regiões, teve um ligeiro aumento devido as pancadas de chuva. Na estação Jaçanã/Tremembé a média ficou em 34,5%, índice considerado bom para a Organização Mundial da Saúde (OMS). Já nas outras estações, como Perus, o índice ficou acima de 20%.O CGE lembra que, de acordo com a OMS, quando a umidade do ar estiver entre 20% e 30%, os exercícios físicos ao ar livre devem ser evitados entre as 11 até às 15 horas. O CGE informa também que a baixa umidade causa alguns problemas de saúde como irritação nos olhos, garganta e narinas, ressecamento da pele e problemas respiratórios e alérgicos, principalmente em crianças e idosos.A OMS e a Secretaria de Estado da Saúde recomendam umidificar os ambientes com vaporizadores ou recipientes com água, consumir água, sucos naturais e água de coco e que o uso do soro fisiológico pode amenizar a irritação dos olhos e narinas.

Agencia Estado,

08 de março de 2007 | 15h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.