SP: dez veículos destruídos por perueiros

Perueiros destroem dez veículos de empresas de ônibus de Diadema e de São Paulo, numa ação que a Empresa Municipal de Transporte Urbano (EMTU) acredita ser de represália. Por volta das 21h30 de ontem, dois carros da Viação Imigrantes foram incendiados, um no Jardim Campanário, em Diadema, e outro próximo ao Zoológico, na zona sul da capital paulista. Também do município vizinho à São Paulo, por volta das 22h30, outro microônibus, da Viação Riacho Grande, foi incendiado pelos perueiros no centro de Diadema. Segundo a Viação Imigrantes, outro microônibus da empresa acabou sendo totalmente depredado ao lado da estação Sáude, do Metrô, zona sul de São Paulo. No total, dez ônibus sofreram algum tipo de destruição. A EMTU acredita que os atos de vandalismo ocorreram porque há uma semana fiscais da empresa realizaram algumas blitze na região de Diadema, no grande ABC, com auxílio da Polícia Militar. Na ocasião foram apreendidas várias peruas que fazem viagens partindo da zona sul da capital, passando pelo centro de Diadema até o bairro da Paulicéia, em São Bernardo do Campo. Em represália à ação conjunta, motoristas e cobradores de lotação, segundo testemunhas, atearam fogo em três microônibus intermuncipais. Nos vários casos ocorridos na noite de ontem, uma mulher e um homem ficaram feridos levemente ao tentarem fugir da confusão e dos vândalos que atiravam pedras nos ônibus. Ninguém foi detido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.