SP: dois casais são detidos após seqüestro-relâmpago

Quatro pessoas foram presas nesta quinta-feira, na Grande São Paulo, após realizarem um seqüestro-relâmpago. Uma das envolvidas é uma adolescente de 17 anos, grávida de 8 meses. Os outros três são Selma Regina do Bispo Santos Rocha, seu marido Nilton Correa e Rodrigo Domigues, que é casado com a adolescente. Na tarde de quinta, armados com um revólver calibre 38, Domingues e Correa abordaram a dona-de-casa Maria Benedete de Oliveira, em Cotia (SP). Os bandidos abandonaram o carro em que estavam e entraram no de Maria Benedete, que foi deixada na marginal Pinheiros, próximo ao Shopping Villa-Lobos, na zona oeste. Domingues e Correa seguiram de volta à Cotia, para buscar as duas jovens. Assim que conseguiu, a dona-de-casa acionou a Polícia Militar e solicitou ao banco o bloqueio de todos os cartões bancários. Com o auxílio da agência bancária e das empresas administradoras dos cartões, policiais militares da Força Tática do 14º Batalhão começaram a rastrear os locais onde compras eram feitas. Já no final da tarde, os PMs localizaram o carro roubado, ocupado pelos dois casais, próximo a Osasco. Os criminosos gastaram parte dos R$ 1 mil retirados da conta da vítima. Detidos, eles ofereceram R$ 2.700 aos policiais para serem liberados. Fingindo aceitar o suborno, os oficiais foram até a casa de um dos casais, em Cotia. Lá verificaram que o dinheiro realmente existia e, no momento em que era entregue a um deles, foi realizado o flagrante de corrupção ativa. Selma, Domingues e Correa foram encaminhados à Delegacia Seccional de Osasco e indiciados por roubo, extorsão mediante seqüestro, corrupção ativa e aliciamento de menores. A adolescente foi encaminhada à Vara da Infância e Juventude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.