SP e Sul devem ter madrugada mais gelada por conta do ar polar

Mínima registrada no Sul do Brasil deve chegar aos 4ºC negativos e na capital paulista oscila entre 7 e 8ºC

Paulo R. Zulino e Evandro Fadel, estadao.com.br e O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2008 | 18h20

A massa de ar polar que chegou à Região Sul do País pode abaixar ainda mais as temperaturas nesta terça-feira, 17, principalmente no Paraná. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), durante a madrugada e início da manhã pode haver formação de geada e o dia deve permanecer nublado em toda a região. Em São Paulo, o frio aumenta nesta noite e a terça deverá ser ainda mais fria, com os termômetros oscilando entre 7 e 8ºC, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).   Veja também: SC registra temperatura mais baixa do País com -5,4ºC Confira a previsão do tempo em sua cidade    No Estado de São Paulo, a mínima deve chegar aos 2ºC, provavelmente com geada na Serra da Mantiqueira e região sudoeste, e a temperatura máxima fica nos 25ºC. No Sul do Brasil, a temperatura mínima deve ser de 4ºC negativos e a máxima não passa dos 20ºC. A passagem de um ciclone extratropical, bem afastado da costa, aumenta o vento e pode deixar o mar agitado.   Nesta segunda-feira, foram registrados recordes de temperaturas baixas em São Paulo e no Sul. Na capital paulista os termômetros marcaram 9,7°C; em São Joaquim, Santa Catarina, a temperatura chegou aos 5,4ºC negativos; e em General Carneiro, no sul paranaense, 5,7ºC negativos - o recorde do País. Houve formação de uma camada de gelo em algumas cidades da Região Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.