SP ganha a 1ª ciclofaixa e uma trilha no Piqueri

São 5 quilômetros para ciclistas e curiosidades para andarilhos

Valéria França, O Estadao de S.Paulo

28 Agosto 2009 | 00h00

O lazer gratuito, com atividades ligadas ao meio ambiente, começa a ter mais opções em São Paulo. O Programa Trilhas de São Paulo, da Secretaria do Meio Ambiente e da Fundação Florestal, lançado para incentivar o turismo ecológico e aproximar a população da natureza, ganhou ontem o quinto roteiro urbano, a trilha do Piqueri, na zona leste. Para reforçar o leque de atividades, depois de amanhã será aberta a primeira ciclofaixa da cidade, que interliga três parques da zona sul, o das Bicicletas, do Ibirapuera e do Povo. Com 5 km, a faixa exclusiva para bicicletas funcionará só aos domingos, das 7h às 12h. São Paulo tem 9 km de ciclovia em avenidas, divididos entre Brigadeiro Faria Lima (1 km), Sumaré (2km) e Radial Leste (6 km). A Secretaria Municipal de Esportes contabiliza 4 milhões de bicicletas na cidade e 700 mil ciclistas de fim de semana. "A ideia é ampliar a ciclofaixa para 22 km e interligar nove parques ", diz o secretário de Esportes, Walter Feldman. A abertura da ciclofaixa acontece no domingo, às 11 horas, no Parque das Bicicletas, e o prefeito Gilberto Kassab promete pedalar depois da inauguração oficial do percurso. A ciclofaixa será vermelha e já está sendo pintada no chão das avenidas e ruas por onde passará (veja quadro ao lado). Serão 3,8 mil metros de sinalização horizontal, 92 faixas de orientação, 250 cavaletes e 2.500 cones.PIQUERIPara quem gosta de caminhar, a dica é mandar e-mail para equipetrilhasurbana@gmail.com para agendar um passeio monitorado por um dos roteiros oferecidos. "Organizamos passeios por faixa etária", diz Virginia Talaveira Tristão, coordenadora do Programa Trilhas Urbanas. Os Parques do Ipiranga, da Guarapiranga, do Jaraguá, da Cantareira e, agora, do Piqueri, onde o foco é o Rio Tietê, são as opções. "O rio era mais sinuoso e chegou a passar pelo parque", conta Virginia. Quem é da região conhece outras histórias. "O terreno era chácara da família Matarazzo", diz a psicóloga Andrezza Baroni, de 33 anos, que caminha por ali nos fins de semana. "Nunca fica cheio. Tem patinhos no lago e tartarugas. A sinalização indica onde estão."TRÂNSITO Com a implantação da ciclofaixa e a desativação temporária das conversões à esquerda nas Avenidas República do Líbano, Hélio Pelegrino e Faria Lima, a CET sugere alguns desvios: Sentido Túnel Ayrton Senna: Quem vai pelas Ruas Funchal e Ramos Batista para a Av. Juscelino Kubitschek deve pegar a Rua Ministro Jesuíno Cardoso e a Brigadeiro Faria Lima, seguindo a partir daí o trajeto original Retorno na Faria Lima sentido Santo Amaro: Utilizar as Ruas Elvira Ferraz, Ramos Batista e Ministro Jesuíno Cardoso Retorno na Av. Hélio Pelegrino, sentido Rua Clodomiro Amazonas, próximo à Rua Baluarte: O motorista dever utilizar as Ruas Baluarte, Helion Povoa e Uberabinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.