SP: jovem morre ao pisar em fio de alta tensão

Um fio de alta tensão, caído em via pública, provocou a morte de uma pessoa e ferimentos em outra duas, no município de Itapecerica da Serra, na grande São Paulo. Por volta das 22h30 de ontem, o estudante Ronaldo Alves Ferreira, de 16 anos, acabou pisando em um fio de alta tensão, despreendido da rede área da Eletropaulo, na Estrada da Represinha, no Jardim Sampaio. Em razão da altíssima voltagem, o adolescente acabou preso no cabo elétrico, sofreu queimaduras de terceiro grau em todo o corpo e, antes mesmo de ser socorrido ao Pronto-socorro Municipal de Itapecerica, faleceu.A namorada de Ronaldo, a adolescente Joselma Maria Bezerra da Silva, de 16 anos, e o irmão mais velho dela, José Antunes da Silva Filho, de 27 anos, que acompanhavam o estudante, sofreram algumas queimaduras superficiais e foram liberados minutos após serem atendidos pelos médicos. O corpo de Ronaldo, segundo o hospital, já está no Instituto Médico Legal de Taboão da Serra. O caso foi registrado no Distrito Policial Central de Itapecerica, pelo delegado Antonio Carnezi Filho.Osasco - Em outro caso semelhante, o motorista Geovani Rocha Pereira, de 18 anos, morreu eletrocutado na madrugada do último dia 15 ao encostar em um fio de alta tensão da Eletropaulo que havia caído, às 17 horas de domingo, de um poste localizado na Rua Alexandre de Gusmão, em Osasco, na grande São Paulo. Ele recebeu uma descarga elétrica de 13.800 volts. O corpo de Pereira foi tomado pelo fogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.