SP lança selo de qualidade para empresas de motofrete

Entre as 2,5 mil empresas de motofrete que prestam o serviço na capital paulista, apenas 300 são regularizadas. Com o objetivo de estimular aquelas que estão na informalidade a respeitarem as leis municipais de trânsito, a Prefeitura de São Paulo lançará nesta quarta-feira, 29, o ´Selo Trânsito Seguro´. O Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo, acredita que a iniciativa trará mais segurança aos motoboys. Em entrevista à Rádio Eldorado AM, o presidente do setor de motofrete da entidade, Fernando Souza, o mercado vai privilegiar as empresas certificadas. "No nosso setor, 80% trabalham na informalidade e na irregularidade. E o próprio tomador de serviço não sabe verificar quais são as empresas idôneas do mercado. Talvez o selo de qualidade faça uma separação das empresas sérias e comprometidas socialmente com esses profissionais". Ele acredita que, em breve, todas as empresas que não garantirem o selo de qualidade ficarão marginalizadas.O ´Selo Trânsito Seguro´ será concedido a empresas e profissionais do serviço de motofrete cumpridores das medidas de segurança do trânsito em São Paulo. A medida faz parte de um conjunto de ações adotadas pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) para melhorar as condições de segurança no trânsito e estimular atitudes corretas dos condutores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.