SP: prefeitos discutem medidas de segurança

A criação de uma coordenadoria especial de formação de guardas civis e a otimização de recursos vindos dos governos federal e estadual foram as propostas discutidas esta manhã durante a primeira reunião dos prefeitos que coordenam os grupos de trabalho do Fórum Metropolitano de Segurança Pública. Para a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), a criação de uma coordenadoria especial para a formação de guardas civis é uma das propostas que podem ser colocadas em prática pelos 39 municípios que integram o fórum. "A guarda municipal tem de ter uma linguagem comum", defendeu Marta, responsável pela coordenação do grupo de informações criminais (Infocrim).O coordenador do fórum, o prefeito de Guarulhos, Eloi Pietá (PT), defendeu a otimização de recursos para as questões de segurança. "Os municípios podem se unir e realizar campanhas conjuntas", afirmou ele. As propostas sugeridas pelos prefeitos que coordenam os grupos de trabalho do fórum vão voltar a ser discutidas durante todo o mês. As medidas, no entanto, só deverão ser apresentadas no dia 28 de junho, segundo Pietá.Na reunião de hoje, no Palácio das Indústrias, estiveram presentes, além de Pietá e Marta, os prefeitos Maurício Soares (São Bernardo do Campo), Lener Nascimento Ribeiro (São Lourenço da Serra) e Sílvio Peccioli (Santana do Parnaíba). Eles são responsáveis pela coordenação dos grupos de prevenção à violência, comunicação e guardas municipais, respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.