SP receberá R$ 30 milhões para segurança

O Estado de São Paulo deve receber esta semana R$ 30 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública para auxiliar no combate ao crime organizado, responsável pela série de atentados contra instalações da polícia nos últimos dias. A liberação do dinheiro, que estava prevista até o fim do ano, foi acertada hoje em reunião entre o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, no Palácio dos Bandeirantes.Com o novo montante, São Paulo passa a ser o Estado que mais recebeu verbas do fundo (R$ 44,5 milhões). A falta de recursos federais para segurança no Estado vinha causando mal-estar entre líderes do PSDB paulista e o governo, especialmente depois que prefeituras do PT, como São Paulo e Diadema, receberam verbas. "Não sei se é político ou não, mas São Paulo, Rio e Minas Gerais não receberam um tostão para a área de segurança", reclamou o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Saulo Abreu, antes do anúncio do ministro, no fim da tarde.Thomaz Bastos também disse já ter autorizado a liberação de recursos do Fundo Penitenciário para a instalação de bloqueadores de celulares em mais 15 presídios do Estado, além dos 7 que já possuem o sistema, conforme solicitado pelo governador. O convênio inclui uma contrapartida do Estado, mas o valor do projeto não foi divulgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.