SP, Rio e Salvador entra as mais violentas

São Paulo, Rio e Salvador são as cidades brasileiras citadas no relatório da empresa Control Risks como violentas e de risco para os turistas. A pesquisa, divulgada esta semana, analisa o grau de insegurança nas principais capitais da América do Sul, América Central, Europa, Ásia e Oriente Médio.Segundo o relatório, em São Paulo "é seguro andar durante o dia nos principais bairros comerciais e hoteleiros. Mas à noite os passeios devem ser feitos de carro, em vista do risco de crimes violentos".O estudo ainda informa que o crime é uma ameaça constante na cidade. "Há muitos bairros considerados ´áreas´ proibidas que deveriam ser evitadas todo o tempo. Há seqüestros de automóveis ocasionais." A capital paulista tem o mesmo grau de periculosidade de Nairobi e da Cidade do México, segundo a pesquisa.A Control Risks catalogou as cidades por notas. Quanto mais altas, maior a violência. A capital do Afeganistão, Cabul, tinha a maior nota, 7, mas conseguiu baixar o índice para 6. "A cidade passa por uma guerra civil e é alvo de ação militar estrangeira", analisa o relatório.AltaSão Paulo, Rio e Salvador receberam nota alta, 5, e estão no mesmo nível de Medellín e Cali, na Colômbia. O relatório informa que um dos principais cartéis do narcotráfico funciona em Medellín. "O crime nas ruas é comum a qualquer hora do dia e da noite, por toda a cidade. Há seqüestros de automóveis esporádicos. O crime é uma ameaça significativa nos aeroportos. Há poucas áreas nas quais os habitantes ou visitantes consideram seguro passar durante o dia." No mesmo patamar de Medellín estão Johannesburgo, na África do Sul, e Karachi, no Paquistão.Sobre Nova York, Bangcoc e São Petesburgo - consideradas até pouco tempo muito violentas -, a pesquisa afirma que andar pelos bairros dessas cidades durante o dia é seguro, embora possam ocorrer pequenos roubos e agressões isoladas. "Há áreas conhecidas que não se deve ir de modo algum", sugere a pesquisa.Ao analisar Londres, Seul e Istambul, a Control informou que são baixos os índices de criminalidade nos bairros comerciais, zonas hoteleiras e residenciais. É seguro andar nas ruas durante o dia, mas é preciso ter cautela ao passear pelo centro das cidades após o anoitecer. "Há algumas áreas residenciais mais pobres, com índice de crime mais altos, que até os moradores locais evitam durante a noite."Cingapura e Dubai têm alguns dos índices de violência mais baixos, registrando apenas pequenos delitos. Segundo o guia visitantes podem circular sem restrições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.