SP terá 170 km de faixas exclusivas para ônibus, diz CET

A cidade de São Paulo deverá ter dentro de um ano cerca de 170 quilômetros de faixas exclusivas para ônibus. A informação foi dada esta manhã pelo presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Francisco Macena, durante entrevista ao programa Bom Dia São Paulo, da TV Globo. Segundo ele, tão logo os corredores exclusivos que estão sendo construídos em algumas áreas da capital paulista fiquem prontos, haverá melhora e maior fluidez no trânsito, garantindo a agilização das viagens dos passageiros. O presidente da CET declarou que entre as avenidas que terão corredores estão Radial Leste, Eusébio Matoso, Rebouças, Francisco Matarazzo. Salientou, no entanto, que os novos corredores não terão o padrão dos já existentes na cidade de São Paulo, como os da Avenida Santo Amaro e Nove de Julho, que acabaram degradando e desvalorizando os imóveis instalados nessas regiões. "A concepção será diferente dos corredores já implantados na cidade, pois não haverá obras físicas, como a construção de muros e gradis que impedem a travessia dessas vias. As faixas também não ficarão ´apertadas´ para os veículos como as atuais e também não haverá a colocação dos conhecidos ´tachões´, que servem para separar as faixas". Macena disse ainda que a Avenida Rebouças será revitalizada com muito paisagismo. Segundo ele, os ônibus terão portas do lado esquerdo, para permitir a entrada daqueles que usarem as estações de transferência, onde o passageiro poderá sair de um veículo e entrar em outro pagando apenas uma passagem.

Agencia Estado,

13 Junho 2003 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.