SP: teste aprova bloqueador de celular em cadeia

O delegado seccional de São Bernardo do Campo, Mário Jordão Toledo Leme, considerou positivo o teste realizado na cadeia pública da cidade com o aparelho de tecnologia israelense que bloqueia o sinal de celulares. O governo estadual está testando o equipamento com o objetivo de evitar que ocorram novas rebeliões planejadas por meio da comunicação telefônica entre detentos de vários presídios. O aparelho foi instalado por técnicos da empresa israelense Kavit e testado pela polícia durante os dias 8 e 9. Na cadeia de São Bernardo há cerca de 500 presos. "O aparelho realmente funcionou, pois o sinal foi cortado dentro da carceragem", disse o delegado. "Agora, cabe ao governo decidir se quer comprar o aparelho e fazer uma licitação." Leia Mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.