STF adia decisão sobre senador

A denúncia de que o senador reeleito João Ribeiro (PR-TO) mantinha em sua fazenda, no Pará, 35 trabalhadores em condições análogas à escravidão começou a ser julgada ontem pelo STF. A ministra Ellen Gracie aceitou a denúncia do Ministério Público e votou pela abertura de ação penal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.