STF fará notificação a Lula por declarações sobre Barjas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá prestar esclarecimentos nos próximos dias sobre declarações que deu no debate da Rede Bandeirantes sobre o ex-ministro da Saúde Barjas Negri. A ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a notificação de Lula para, se quiser, esclarecer o episódio.A ministra tomou a decisão após analisar uma petição de Barjas Negri, que é prefeito de Piracicaba. Barjas sentiu-se ofendido por uma pergunta feita por Lula a Alckmin no debate. Lula terá 48 horas para encaminhar as explicações ao STF."Governador, o seu companheiro de partido, Barjas Negri, foi secretário geral do Ministério da Saúde, foi ministro da Saúde do governo Fernando Henrique Cardoso. Foi nessa época que a máfia dos vampiros e dos sanguessugas se consolidaram, causando sérios prejuízos à nação. Apesar disso, depois que deixou o Ministério, o senhor Barjas Negri tornou-se seu secretário de habitação. Me diga uma coisa: O senhor sabia ou não sabia das transações obscuras do senhor Barjas Negri que convidou para ser seu Secretário de Habitação?", indagou Lula na ocasião.Barjas quer que Lula esclareça quais foram as transações obscuras. Os advogados do prefeito sustentam que o presidente imputou a ele "a prática de ilícitos e fraudes, sem entretanto descrever ou precisar as condutas caracterizadoras".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.