STF: habeas-corpus é negado a Oscar Maroni

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto negou ontem habeas-corpus para libertar o empresário dono da boate Bahamas, Oscar Maroni Filho, que está preso há mais de 20 dias sob acusação de exploração da prostituição. Os advogados de Maroni, Daniel Majzoub e José Solon Thalles, estudam outros recursos para o processo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.