STF nega liberdade a jovens de Guarulhos

O Supremo Tribunal Federal arquivou recurso no qual três rapazes condenados pelo assassinato de Vanessa Freitas, em 2006, pediam a liberdade. O recurso foi apresentado fora do prazo. O caso ganhou destaque após Renato Brito, Wagner da Silva e William Brito Silva serem soltos por causa da confissão de Leandro Rodrigues, apelidado pela polícia de Maníaco de Guarulhos. Rodrigues voltou atrás e disse que assumiu o crime sob tortura. Em novembro, eles foram condenados e voltaram à prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.