STF nega pedido de adiamento do julgamento do casal Nardoni

Ministro Joaquim Barbosa mantém data de 22 de março para sentença; motivo para negação não foi informado

Maíra Teixeira, do estadao.com.br,

04 de março de 2010 | 18h20

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou a liminar que pedia o adiamento do julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. Segundo a assessoria de imprensa do STF, o ministro Joaquim Barbosa tomou essa decisão na tarde desta quarta-feira,3, mas a assessoria não soube informar o motivo alegado pelo ministro para a negativa.

 

A defesa entrou com o pedido no dia 22 de fevereiro. O julgamento está marcado para o dia 22 de março no Fórum de Santana, na zona norte.

 

O casal é acusado de matar a filha de Nardoni, Isabella Nardoni, em março de 2008, em São Paulo. Na época do crime, a garota tinha 5 anos. A acusação foi feita ao casal por suspeita de que eles teriam limpado o apartamento após o crime. Eles aguardam o julgamento presos e afirmam ser inocentes.

 

Isabella morreu ao ser atirada do 6º andar do prédio em que seu pai e a madrasta moravam, na Vila Mazzei, na zona norte da cidade. A menina morava com a mãe, Ana Carolina de Oliveira, e passava finais de semana com o pai e a madrasta.

 

Alexandre e Anna Carolina estão presos nas penitenciárias de Tremembé, no interior de São Paulo. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima.

Tudo o que sabemos sobre:
Nardonihabeas corpusSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.