STF nega recurso da <i>IstoÉ</i> para suspender indenização

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cezar Peluso negou na noite desta sexta-feira um recurso ajuizado pela Editora Três S.A., responsável pela revista IstoÉ, para suspender o pagamento de 500 salários mínimos ao ministro aposentado Almir Pazzianotto e outra pessoa envolvido em denúncias publicadas na revista, conforme nota publicada na página do STF na internet. A indenização foi determinada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), e além do pagamento de salários obriga a IstoÉ a publicar a sentença proferida. Na reportagem A versão do empreiteiro do TRT de São Paulo, publicada na edição 1703, em 22 de maio de 2002, Pazzianotto foi mencionado como conivente do mesmo esquema ilícito de "venda de greve" usado pelo juiz Nicolau dos Santos Neto, quando era secretário no governo Franco Montoro".

Agencia Estado,

23 Fevereiro 2007 | 21h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.