STF suspende reabertura de bingos no Rio

Três bingos que haviam conseguido autorização do Tribunal Regional Federal (TRF) do Rio de Janeiro para voltar a funcionar terão novamente de ser fechados. A decisão foi tomada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu liminar pedida pelo procurador-geral da República, Claudio Fonteles.Fonteles apontou afronta à decisão do STF que paralisou, em março, a exploração dos jogos de bingo no Rio de Janeiro até o julgamento de Ação Direta de Inconstitucionalidade proposta contra a legislação estadual sobre o assunto.O procurador-geral também disse que a determinação da juíza violou o princípio da igualdade ao permitir que somente três casas de bingo voltassem a funcionar - os bingos Arpoador, Assembléia e Tamburelo.

Agencia Estado,

19 de novembro de 2004 | 14h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.