STJ decide libertar ex-chefe da Polícia Civil

Por unanimidade, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu habeas corpus em favor do ex-chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro Ricardo Hallak e do inspetor Alcides Campos Sodré Ferreira. Eles estavam presos preventivamente desde maio, acusados de usar a estrutura da polícia para praticar crimes de lavagem de dinheiro, facilitação de contrabando e corrupção. Hallak foi denunciado por formação de quadrilha armada e corrupção passiva; Campos, por corrupção passiva.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.