STJ decide que Beira-Mar continuará em São Paulo

O ministro Hamilton Carvalhido, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), atendeu a um pedido de liminar apresentado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e determinou a permanência do traficante Luiz Fernando da Costa - o Fernando Beira-Mar - na Penitenciária de Presidente Bernardes, em São Paulo. Com isso, Carvalhido suspendeu decisão tomada na terça-feira por desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo que haviam determinado a imediata remoção do traficante para um presídio do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.