STJ julga habeas-corpus dos irmãos Cravinhos na quinta

O habeas-corpus em que a defesa dos irmãos Cravinhos pede a concessão da prisão domiciliar a Daniel e Cristian será julgado na próxima quinta-feira, dia 17, a partir das 14h. Nilson Naves, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) será responsável pelo julgamento.O pedido foi apresentado pela defesa dos irmãos como uma forma de extensão de um habeas-corpus concedido a Suzane von Richthofen. Ela e os irmãos Cristian e Daniel foram condenados pelo assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen, ocorrido em 2002, na residência da família, em São Paulo. As vítimas eram pais de Suzane, que namorava, à época, Daniel.Em 26 de maio deste ano, o ministro Nilson Naves havia concedido prisão domiciliar a Suzane em caráter liminar. Cinco dias depois, ao analisar o pedido da defesa dos irmãos Cravinhos para extensão do benefício a eles, o ministro relator determinou a sua autuação como um outro pedido de habeas-corpus. A exigência de um novo registro foi feita pois os decretos de prisão dos acusados não eram os mesmos.Suzane teve a prisão domiciliar revogada por decisão do STJ em 29 de junho e retornou à prisão. Em 17 de julho, ela e os irmãos Cravinhos foram julgados pelos assassinatos e condenados na 1ª Vara do Júri da Capital, em São Paulo. Os três condenados recorrem da sentença presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.