STJ mantém curso para assentados

RIO GRANDE DO SUL

, O Estado de S.Paulo

05 de junho de 2010 | 00h00

O STJ autorizou a Universidade Federal de Pelotas a manter turma especial de medicina veterinária para filhos de assentados da reforma agrária no Estado. A decisão revoga liminar obtida pelo Ministério Público Federal que suspendia o curso sob alegação de que se tratava de política de cotas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.