STJ nega habeas corpus para o cantor Belo

O cantor Marcelo Pires Vieira, o ´Belo´, continuará preso. O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, indeferiu o pedido de habeas corpus proposto pelo advogado do pagodeiro. Na decisão, o ministro Vidigal explicou que o pedido de liberdade para o cantor se confundia com o mérito da ação.Com isso, os autos seguem para o Ministério Público Federal para que se manifeste sobre o pedido de liberdade do cantor. O caso deverá ser examinado no próximo ano, quando terminar o recesso forense.Condenado à pena de seis anos de reclusão em regime integralmente fechado por envolvimento com o tráfico de drogas, Marcelo Pires Vieira teve a pena aumentada para oito anos. Belo foi preso quando tentava se esconder num dos cômodos de sua residência, no Rio de Janeiro.

Agencia Estado,

28 de dezembro de 2004 | 08h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.