STJ nega liberdade a motorista de carreta

Por unanimidade, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter a prisão de Rosinei Ferrari, motorista da carreta que, em outubro de 2007, atingiu a equipe de resgate que atendia vítimas de um acidente na BR-282, em Descanso (SC). Vinte e sete pessoas morreram. No pedido de habeas corpus, o motorista alegava que a perícia confirmou que o caminhão guiado por ele tinha falha mecânica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.