Suassuna promete verba para piscinões no Arincaduva

O ministro da Integração Nacional, Ney Suassuna, prometeu nesta quinta-feira à prefeita Marta Suplicy liberar, dentro de um mês, verba no valor de R$ 40 milhões para a construção de mais três piscinões na bacia do Córrego Aricanduva. A construção dos piscinões Aricanduva IV, do Rincão e Inhumas está orçada em R$ 52 milhões.O ministro prometeu ainda liberar, em 15 dias, R$ 2 milhões para o piscinão de Pinheiros. Para esta obra, a prefeitura só havia recebido, até agora, R$ 500 mil. Suassuna veio a São Paulo a pedido de Marta, que ligou para ele, em Brasília, às 11 horas, relatando os problemas causados pelo transbordamento do Córrego Aricanduva, na tarde desta quarta-feira.O ministro chegou a São Paulo às 18h20 e sobrevoou a bacia do Aricanduva durante 20 minutos, acompanhado do cel. José Wilson Pereira, secretário Nacional da Defesa Civil, e do secretário municipal de Infra-Estrutura Urbana, Roberto Bortolotto. ?O transbordamento do Aricanduva pregou uma grande surpresa na gente. Não esperava que isso fosse acontecer, mas a vazão aumentou muito, choveu 60 mm, ou seja, um terço do mês?, disse o ministro. ?Sobrevoei a região e vi a necessidade de se construir piscinões.?A prefeita explicou que, para eliminar de uma vez as enchentes do Aricanduva, são necessários 11 piscinões, ao custo de R$ 102 milhões. ?Além dos existentes, entregaremos mais 5, até o fim do ano?, prometeu a prefeita. Além destes, o governo fará parceria com a prefeitura na construção de mais três. Para a construção dos piscinões, a prefeitura terá de desapropriar as áreas, com a remoção dos moradores.Marta cobrou do ministro os R$ 30 milhões que seriam destinados aos piscinões do Córrego Pirajussara e que deveriam constar do orçamento deste ano. ?Não sei dizer?, respondeu Suassuna. ?Vou perguntar ao presidente Fernando Henrique Cardoso aonde esse dinheiro foi parar?, completou.A prefeita lembrou que, além dos R$ 30 milhões do governo federal, o governador Geraldo Alckmin prometeu mais R$ 40 milhões para a construção dos piscinões no Pirajussara, recursos que até agora não foram destinados à prefeitura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.