Suástica leva lojista da Galeria do Rock à prisão em SP

Uma lojista que comercializava camisetas com a cruz suástica, símbolo nazista, foi detida no final da tarde de quinta-feira, no prédio das Grande Galerias, que liga a Av. São João com a Rua 24 de Maio, no centro da cidade de São Paulo, também conhecido como Galeria do Rock. Ela foi levada ao 3º Distrito Policial, nos Campos Elísios, e indiciada em inquérito policial, uma vez que é proibida a comercialização no País de qualquer material que possa ser considerado propaganda nazista. A detenção da comerciante, que alegou desconhecer a proibição, foi realizada por policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.