Subprefeitura multa igreja por falta de Habite-se

Fiscais da Subprefeitura da Mooca multaram em R$ 4.780 a Igreja Renascer em Cristo por não apresentar licença de funcionamento, o Habite-se, de um galpão no número 1.290 da Avenida Doutor Almeida Lima, na Mooca, zona leste de São Paulo. O imóvel, que seria usado para a realização de cultos, é listado no site da igreja como o templo "Espaço Renascer". Segundo a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, os pastores que estavam no local no momento da fiscalização negaram que o galpão fosse usado para cultos. Eles teriam dito que faziam reunião interna e que o lugar era voltado para atividades administrativas.O imóvel está registrado em nome da Rede Ferroviária Federal. Foi fechado em 2006 por falta de alvará de funcionamento. Na época era usado sem autorização por uma empresa de eventos. Ontem, os pastores foram intimados a apresentar o documento em cinco dias. Caso não o façam, será aberto processo fiscal para fechamento e aplicada nova multa. A subprefeitura não registrou nenhum pedido de alvará desde o fechamento do local, há três anos. Por isso, encerrados os trâmites legais, o templo será fechado. A Renascer informou ter recebido a notificação da multa e que "continuará tomando todas as medidas para regularizar o imóvel, como vinha sendo feito".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.